Alexandre de Moraes
Fabio Rodrigues Pozzebom/Ag Brasil
Alexandre de Moraes



O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, decidiu afastar o delegado da Polícia Federal, Felipe Leal, da condução do inquérito que apurava suposta tentativa de interferência indevida do presidente Jair Bolsonaro na corporação.

O delegado havia sido designado para conduzir a investigação pelo próprio ministro, em julho. Mas, em despacho proferido nesta sexta-feira, Moraes apontou que Felipe Leal determinou a realização de diligências que investigariam atos do atual diretor-geral da PF Paulo Maiurino e que, portanto, estariam fora do escopo inicial da investigação.

Você viu?


"Não há, portanto, qualquer pertinência entre as novas providências referidas e o objeto da investigação", escreveu o ministro.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários