Senador Omar Aziz durante sessão da CPI da Covid-19
Edilson Rodrigues/Agência Senado
Senador Omar Aziz durante sessão da CPI da Covid-19

O presidente da CPI da Covid-19 , senador Omar Aziz (PSD-AM), comunicou aos senadores integrantes da comissão que eles poderão ser responsabilizados pelo vazamento de documentos sigilosos que fazem parte da investigação. 

"O ministro Levandovsky proferiu uma decisão recomendando à CPI, e determinando a mim, que tomasse providências em relação ao vazamento de documentos. Todos os senadores [da comissão] vão poder ter acesso a todos os documentos que quiserem, só vão ter que assinar. Se vazar algum, estará lá a assinatura e o senador será responsabilizados, ele ou eles que tiverem acesso", disse Aziz.

"Somos 18 senadores, 11 titulares e 7 suplentes, fora assessores que estão cadastrados. É um número bastante significativo que tem acesso a esses documentos e, depois [se não tomar essa previdência], a responsabilidade será sempre minha", completou o presidente da CPI, em justificativa da ação. Veja abaixo o vídeo do momento:


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários