Omar Aziz (PSD-AM) considera que
Reprodução: iG Minas Gerais
Omar Aziz (PSD-AM) considera que "não tem mais quase nada a investigar" e que a CPi já possui "dados suficientes para fazer um relatório final"

O presidente da CPI da Covid, senador Omar Aziz (PSD-AM) , conversou com a jornalista Bela Megale e afirmou que a comissão está "próxima do fim". Isso porque o grupo de parlamentares já possui "dados suficientes para fazer um relatório final" e, hoje, "não tem mais nada ou quase nada a investigar".

"A CPI tem que fazer o relatório e acabar. Hoje o momento é de elaborar o relatório final. A CPI já avançou e mostrou muitas coisas que o Brasil não sabia sobre o descaso no combate à pandemia", disse Omar Aziz.

Saiba mais: CPI vai recomendar que famílias peçam indenização por mortes pela Covid

Mesmo com a perspectiva de finalziar seus trabalhos, a comissão ainda possui novos capítulos. A acareação aprovada entre o ministro do Trabalho, Onyx Lorenzoni, e o deputado federal Luís Miranda (DEM-DF) para apurar divergências nas versões sobe o processo de importação da vacina Covaxin.

Você viu?

Leia: Suplente na CPI da Covid, Flávio Bolsonaro pede acesso a documentos sigilosos

Renan Calheiros (MDB-AL), senador e relator da CPI da Covid, durante entrevista ao programa 'Roda Viva' na última segunda-feira (09), afirmou que a comissão avalia enquadrar o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em crime de responsabilidade. A base de acusação seria a forma como o governo federal conduziu o enfrentamento À pandemia do novo coronavírus.


Integrantes da comissão ainda não descartam a possibilidade de propor o indiciamento do presidente da República nos crimes de charlatanismo, curandeirismo e propaganda enganosa.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários