Jailton Batista é diretor da farmacêutica Vitamedic
Reprodução
Jailton Batista é diretor da farmacêutica Vitamedic

Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid ouve nesta quarta-feira, 11, o diretor da farmacêutica Vitamedic, Jailton Batista. A empresa é uma das maiores produtoras de ivermectina do Brasil e pagou pela divulgação de campanhas publicitárias que incentivavam o uso desse e de outros remédios sem comprovação científica contra o novo coronavírus. Assista ao vivo:

Segundo documentos obtidos pela comissão, os anúncios foram realizados em grandes veículos informativos no país. As publicidades foram atribuídas ao grupo "Médicos pela Vida" e suas publicações defendiam o uso de cloroquina, ivermectina, vitamina D e zinco - farmacos comprovadamente ineficazes no combate ao novo coronavírus.

A Vitamedic ainda é uma das princiáis produtoras de uma destas drogas, a ivermectina. Dados da CPI mostram que a Vitamedic aumentou de maneira expressiva a produção do medicamento durante o início da pandemia. Entre 2019 e 2020, por exemplo, o crescimento na produção do farmaco cresceu mais de 1.000%.


Ao realizar o cruzamento de dados, foi possível constatar que o faturamento da Citamedic em 2020, apenas com a ivermectina, foi de R$ 469,4 milhões - o valor é 2.925% superior ao mesmo período do ano passado, onde a empresa faturou R$ 15,5 milhões.

A oitiva do profissisonal será realizado na condição de testeminha e tem previsão de início às 09h30.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários