Jair Bolsonaro (sem partido)
Divulgação/Palácio do Planalto/Alan Santos/PR
Jair Bolsonaro (sem partido)

Nesta sexta-feira, 06, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) voltou a atacar o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso . Em discurso a empresários em Joinville (SC), ele mentiu, afirmando que Barroso quer que meninas de 12 anos tenham relações sexuais. As informações são do portal O Antagonista.

Atualmente, Barroso é o principal alvo de ataques de Bolsonaro e seus apoiadores, na defesa do voto impresso -  proposta já derrotada na Câmara de Deputados.

“Não ofendi nenhum ministro do Supremo, apenas falei da ficha do senhor Barroso. Defensor do terrorista Battisti, favorável ao aborto, à liberação das drogas, à redução da idade para estupro de vulnerável. Ele quer que nossas filhas e netas, com 12 anos, tenham relações sexuais. Por ele, sem problema nenhum”, disse o presidente, comentando os assuntos fora de contexto.

Na última quinta-feira, 05, o presidente do STF, ministro Luiz Fux, cancelou um encontro com Bolsonaro por causa dos ataques a integrantes da Corte. Em resposta, o presidente negou que tenha feito ameaças.

"Não estou atacando o Supremo Tribunal Federal. No dia de ontem, a nota do senhor excelentíssimo ministro presidente do Supremo falou que, de acordo com matérias da mídia, o presidente ataca o parlamento. Olha, quem busca informação pela mídia já está desinformado", disse para tentar se defender. 

- Com informações do portal O Antagonista.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários