Frederick Wassef, advogado da família Bolsonaro
undefined
Frederick Wassef, advogado da família Bolsonaro

A viúva do miliciano Adriano da Nóbrega, morto no ano passado, Júlia Lotufo, disse em delação premiada negociada junto ao Ministério Público do Rio de Janeiro que o  advogado da família Bolsonaro, Frederic Wassef, fez contato com ela diversas vezes antes e depois da morte de seu marido. As informações são do jornalista Guilherme Amado.

Segundo Júlia, Wassef insistiu que ela adotasse a teoria de que  Adriano da Nóbrega havia sido assassinado pela polícia do Rio de Janeiro a mando de políticos interessados em colocar a culpa no presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Em entrevista ao Globo em junho do ano passado, Wassef já dava tal versão. À época, disse também que, assim como ocorreu na morte de Adriano, Queiroz poderia "ser morto na cadeia para incriminar Bolsonaro"

O advogado não respondeu aos contatos para confirmar as informações dada por Júlia Lotufo na delação.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários