Jair Bolsonaro e Flavio Bolsonaro
Carolina Antunes/PR
Jair Bolsonaro e Flavio Bolsonaro

Na tarde desta quarta-feira (14), o senador Flavio Bolsonaro (Patriota-RJ) atribuiu a condição do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) ao estresse. O filho do mandatário afirmou que já vinha percebendo uma dificuldade do pai em falar nos últimos tempos e destacou que ele precisa fazer algumas "mudanças" em sua rotina.

Após se queixar de soluços persistentes nas últimas duas semanas, Bolsonaro  foi internado na madrugada de hoje com uma obstrução intestinal . No momento, o mandatário está sendo transferido para a capital paulista a fim de realizar mais exames e avaliar a necessidade de uma nova cirurgia .

"A gente percebia uma dificuldade dele de falar, de fazer discurso. Ele está se submetendo a uma agenda muito intensa", disse o senador a jornalistas. "Se dedicasse mais a dormir bem, porque ele não dorme bem. É só ele fazer uma pequena mudança nos seus hábitos alimentares e na sua rotina. Sob os cuidados médicos, muito em breve estará 100%."

O estresse , de acordo com Flavio, pode ter sido um fator importante para que a condição se agravasse. "Você conhece alguma função mais estressante que presidente da República, ainda mais se tratando de Bolsonaro? É difícil, mas ele está dando o melhor que pode para o país."

Ainda segundo a fala do senador, Bolsonaro está bem e a transferência para São Paulo é apenas uma precaução. "Falei com o médico dele mais cedo. Ele me tranquilizou, disse para a família ficar calma, que não tinha nada de mais grave acontecendo, que ele estaria em observação", afirmou.

"Agora de tarde, a informação de pessoas próximas a ele é de que ele iria para o Einstein, em SP, onde ficaria três dias em observação para que o doutor Macedo avaliasse lá se tem que haver algum procedimento cirúrgico e que, se fosse necessário isso, [seria] algo muito pequeno, sem nenhuma gravidade", acrescentou.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários