Bandeirão usado nas manifestações contra Bolsonaro em 19 de junho
Kakay/Arquivo pessoal
Bandeirão usado nas manifestações contra Bolsonaro em 19 de junho

O Movimento Brasil Livre ( MBL ) e o Vem Pra Rua marcaram para 12 de setembro atos nacionais pedindo pelo impeachment do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Até o momento, manifestações estão previstas para São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro e Belo Horizonte , e são apoiadas por siglas de direita contrárias ao governo federal, como o Novo e o PSL.

O deputado Kim Kataguiri (DEM-SP), membro do MBL, declarou que será uma “manifestação ampla”, e que ‘vandalismo e violência’ não serão aceitos.

Confira tuíte:

Os organizadores deixaram para setembro as manifestações por levar em conta o plano nacional de imunização contra a Covid-19 , já que a expectativa é de que neste mês, a vacinação estará mais avançada.

Entre apoiadores das manifestações estão o deputado estadual Arthur do Val (Patriota-SP); Roberto Freire, presidente do Cidadania; o diretório do PSDB em São Paulo e o movimento Eu Sou Livres.

Grupos de esquerda já realizaram neste ano 3 grandes manifestações nacionais pelo impeachment de Bolsonaro e cobrando avanço da vacinação, todavia,  o MBL e o Vem Pra Rua não aderiram.

Na última semana, manifestantes com bandeiras do PSDB foram  agredidos por militantes do PCO durante protesto na Avenida Paulista, em São Paulo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários