Ex-coordenadora do PNI, Franciele Fantinato, depõe nesta quinta-feira (8), à CPI da Covid-19
reprodução/tv senado
Ex-coordenadora do PNI, Franciele Fantinato, depõe nesta quinta-feira (8), à CPI da Covid-19


A ex-coordenadora do Plano Nacional de Imunizações (PNI),  Francieli Fantinato, afirmou, nesta quinta-feira (8), à Comissão de Inquérito Parlamentar (CPI) da Covid-19 que deixou o cargo por causa da politização da vacinação.

Ao ser questionada pelo relator da CPI, senador Renan Calheiros (MDB-AL), sobre o motivo de ter deixado o cargo, a servidora afirmou que a vacinação "tem evidências muito fortes de que tem resultado", e que quando "se coloca em dúvida essa prática, tendo aval da Anvisa", isso poderia trazer prejuizos para a imunização da população e que a "politização do assunto chegou num limite" em que ela decidiu caminhar com suas "questões pessoais".

Veja o vídeo:



A servidora Francielli Fantinato foi responsável por editar uma nota técnica recomendando aos estados a vacinação de gestantes com uma primeira dose da AstraZeneca e uma segunda de qualquer outra disponível.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários