Senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE), um dos autores do requerimento
Senador Alessandro Vieira
Senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE), um dos autores do requerimento

Com a manifestação de Rodrigo Pacheco (DEM-MG) de que só vai analisar a prorrogação da CPI da Covid após os 90 dias iniciais de trabalho , os senadores Alessandro Vieira (Cidadania-SE) e Jorge Kajuru (Podemos-GO) acionaram o Supremo Tribunal Federal (STF) para que a Corte obrigue o presidente do Senado a antecipar a medida.

Vieira e Kajuru alegam que Pacheco “mais uma vez externa a patente intenção de descumprir tanto o Regimento Interno do Senado Federal quanto a medida cautelar concedida em decisão colegiada desta Suprema Corte” pela continuidade dos trabalhos da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI).

A CPI precisa da assinatura de pelo menos 27 senadores para ser prorrogada. Até o momento, 34 senadores já defenderam o requerimento de prorrogação dos trabalhos, sete a mais do que o exigido.

Segundo os senadores, Pacheco “adota postura manifestamente refratária ao deferimento da postulação apresentada pela minoria parlamentar”.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários