Vice-presidente Hamilton Mourão (PRTB)
Reprodução: iG Minas Gerais
Vice-presidente Hamilton Mourão (PRTB)

O vice-presidente Hamilton Mourão minimizou nesta sexta-feira (2) a decisão da Procuradoria-Geral da República (PGR) de  abrir uma investigação contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) pelo possível crime de prevaricação no caso da vacina indiana Covaxin.

De acordo com Mourão, todos os presidentes da República sofrem "algum tipo de acusação" e é necessário "aguardar os desdobramentos":

"Todos os presidentes da República, se você for analisar, sofreram algum tipo de acusação. O próprio presidente Temer passou um tempo sendo acusado das mais diversas coisas, em processos partindo do então procurador-geral da República, doutor Janot. Tem que aguardar os desdobramentos", disse Mourão, ao deixar o Palácio do Planalto no início da tarde.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários