Ex-ministro da Saúde, Eduardo Pazuello
O Antagonista
Ex-ministro da Saúde, Eduardo Pazuello

Nesta quarta-feria (30), a CPI da Covid aprovou as quebras de sigilo telefônico, telemático, fiscal e bancário do ex-ministro da Saúde, Eduardo Pazuello , e do agora ex-diretor de Logística do Ministério da Saúde, Roberto Ferreira Dias acusado de cobrar propina envolvendo a compra de vacinas contra a covid-19, revelada ontem pela Folha de S.Paulo.

Pazuello já estava com seus sigilos telefônico e telemático 'quebrados' pela comissão desde o último dia 10. As novas acusações de irregularidades e suposta cobrança de propina por servidores do Ministério da Saúde fizeram com que a determinação incluísse dados fiscais e bancários do ex-ministro e se estendesse a Roberto Ferreira Dias. 

Dias foi indicado para o cargo pelo líder do governo na Câmara, Ricardo Barros (PP-PR) , ex-ministro da Saúde, e pelo ex-deputado Abelardo Lupion (DEM-PR). Ele foi exonerado na noite de ontem (29), após a publicação da reportagem

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários