Presidente Jair Bolsonaro e deputado Ricardo Barros
Foto: Alan Santos/PR
Presidente Jair Bolsonaro e deputado Ricardo Barros

CPI da Covid aprovou nesta quarta-feira, 30, os requerimentos de convocação do deputado Ricardo Barros (Progressistas-PR) líder do governo Bolsonaro na Câmara de Deputados, e do servidor exonerado Roberto Ferreira Dias, ex-diretor de Logística do Ministério da Saúde.

Barros foi apontado por envolvimento no suposto esquema de corrupção da Covaxin. A oitiva dele está marcada para a quinta-feira da próxima semana, dia 8 de julho. Já Ferreira Dias é apontado por envolvido em esquema de propina para compra de US$ 1 dólar por dose de vacina, para acelerar as negociações de compra da AstraZeneca.

A suspeita sobre as irregularidades na compra de vacinas foi foco de depoimento dos irmãos Miranda, na semana passada. O servidor do Ministério da Saúde, Luís Ricardo Miranda e o deputado Luís Miranda (DEM-DF), afirmam que levaram as suspeitas de irregularidade e corrupção diretamente ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido), que não teria feito nada diante do tema. Bolsonaro teria falado do envolvimento de Barros no esquema, de que era um "negócio daquele deputado".

Já Roberto Ferreira Dias, ex-diretor de Logística do Ministério da Saúde, exonerado após ser apontado como envolvido em esquema de propina para compra de vacinas. Ele teria cobrado US$ 1 dólar por dose de vacina para que as negociações de compra da AstraZeneca avançassem.

Confira a agenda de depoimentos da próxima semana:

  • Quinta-feira, 30: Francisco Emerson Maximiano, representante da Precisa Medicamentos, envolvida em suposto esquema de corrupção da Covaxin;
  • Sexta-feira, 1º de julho: Luiz Paulo Dominguetti Pereira, representante da empresa Davati Medical Supply;
  • Terça-feira, 05: Deputado Luiz Miranda (DEM-DF), em segundo depoimento;
  • Quarta-feira, 07: Roberto Ferreira Dias, ex-diretor de Logística do Ministério da Saúde, exonerado após ser apontado como envolvido em esquema de propina para compra de vacinas;
  • Quinta-feira, 08: ricardo barros,
  • Sexta-feira, 09: Wilson Witzel, ex-governador do RJ, em novo depoimento, desta vez secreto.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários