Ministro do STF Luis Roberto Barroso suspendeu condução coercitiva de Wizard
undefined
Ministro do STF Luis Roberto Barroso suspendeu condução coercitiva de Wizard

O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Luís Roberto Barroso suspendeu, nesta sexta-feira (25), a decisão que previa a condução coercitiva do empresário Carlos Wizard à CPI da Covid.  Ele tem depoimento marcado para o dia 30 deste mês.

A condução coercitiva de Wizard havia sido determinada pelo próprio Barroso no último dia 18, um dia depois de o empresário faltar a seu depoimento à comissão. A justificativa do empresário foi a de que estava nos Estados Unidos.

Em sua nova decisão, Barroso diz que o empresário "assumiu o compromisso de retornar ao território brasileiro e de comparecer à Comissão Parlamentar de Inquérito no próximo dia 30 de junho".

"Tendo em vista que o paciente assumiu o compromisso expresso de comparecer perante a CPI referida, tenho por injustificada e desnecessária, neste exame cautelar da causa, a manutenção da ordem de condução coercitiva do paciente", diz a decisão.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários