Ex-presidente da Argentina Mauricio Macri e presidente Jair Bolsonaro
Reprodução/Clarín
Ex-presidente da Argentina Mauricio Macri e presidente Jair Bolsonaro

Nesta quinta-feira (10), o ex-presidente argentino Mauricio Macri entrou em contato com Jair Bolsonaro para se desculpar pela fala feita ontem pelo atual presidente da Argentina. Alberto Fernández disse na quarta-feirta (9), que os brasileiros vieram da selva , os mexicanos vieram dos índios e os argentinos chegaram de barcos vindos da europa.

Segundo o jornal Clarín, fontes próxima a Macri confirmaram que o ex-presidente mandou uma mensgame via WhatsApp para Bolsonaro pedindo desculpas em nome da maioria dos argentinos. 

Bolsonaro teria dito que o ocorrido não muda o enorme respeito que ele tem pelo povo argentino. 

Horas depois, Macri publicou um tweet sem texto mas com uma única foto com as bandeira do Brasil, México e Argentina. 

Você viu?

Durante sua gestão como presidente Mauricio Macri manteve uma boa realação com Bolsonaro, o que mudou quando Alberto Fernández assumiu o poder em 2019. Até o momento, apesar de sócios comerciais, os mandatários não realizaram nenhum encontro formal. 

A polêmica frase de Fernández foi dita em um dos encontros com o presidente espanhol, Pedro Sánchez que está visitando a Argentina. 

Em resposta, Bolsonaro publicou uma foto em que está sem máscara com diversos índios, com a legenda "Selva".

O presidente argentino cometeu, ainda, um erro sobre a frase original que o inspirou em sua polêmica declaração. Segundo Fernández, a frase original teria sido dita pelo escritor, Prêmio Nobel da Paz e diplomata mexicano Octávio Paz. A ele é atribuída o seguinte comentário: "os mexicanos são descendentes de aztecas, os peruanos dos incas e os argentinos dos barcos".

No entanto, esclareceram meios de comunicação locais que a frase dita pelo chefe de Estado vem de uma música do cantor argentino Litto Nebbia, de quem o presidente argentino é fã declarado, que diz exatamente o que foi expressado por Fernández: "os brasileiros saem da selva, os mexicanos dos índios e nós, os argentinos, chegamos nos barcos".

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários