Macron leva tapa de manifestante
Reprodução
Macron leva tapa de manifestante


 Damien Tarel, manifestante que deu um tapa na cara no presidente da França , Emmanuel Macron , na última terça-feira (8), foi condenado a 18 meses de prisão pelo tribunal francês.

Todavia, por não ter antecedentes criminais, Tarel irá cumprir 4 meses na cadeia .  

A promotoria disse que o ato do agressor foi um “ato deliberado de violência”, que por sua vez, disse ter feito no impulso. 

Durante o julgamento, Damien foi questionado pelo motivo que atacou o presidente francês, e revelou que tinha pensado em jogar um ovo ou uma torta em Macron. “Quando eu vi aquele olhar amigável, mentiroso, que me buscou como eleitor, fiquei cheio de nojo”, disse ao tribunal. 

"Eu acredito que o Macron representa muito bem a decadência do nosso país”, disse. “Se eu tivesse desafiado Macron para um duelo ao nascer do Sol, eu duvido que ele teria aceitado”, finaliza o homem preso, que segundo informações, é um entusiasta da monarquia.

Confira o vídeo da agressão:


Vitima da agressão, Macron, que não denunciou Damien, disse que o fato foi um “caso isolado”, e chamou o agressor de “pessoa ultraviolenta ”.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários