Nise Yamaguchi durante oitiva da CPI
Divulgação/Agência Senado/Jefferson Rudy
Nise Yamaguchi durante oitiva da CPI

O senador Otto Alencar (PSD-BA), teceu duras criticas a médica Nise Yamaguchi , médica que depõe na CPI da Covid nesta terça-feira (1) . “A sra. não podia de jeito nenhum estar debatendo um assunto que não era do seu domínio, isso não é honesto”.

O parlamentar trouxe ao plenário um estudo feito no Hospital Albert Einstein, em junho do ano passado, que indica a ineficácia da hidroxicloroquina em pacientes com sintomas leves e moderados da Covid-19. 

“É fundamental que se faça todos os exames para se comprovar como foi a evolução do paciente com a medicação”, disse Otto, ao criticar a médica, por defender o uso do “tratamento precoce”.

Usando seu espaço de tempo para fazer perguntas a Nise Yamaguchi, otto perguntou a médica questões relacionados a biologia, como quais eram as diferenças entre protozoário e vírus, de qual família era o vírus da Covid-19 e quando foi registrado o primeiro caso da doença no país.

Você viu?

Nise, todavia, se esquivava dos questionamentos. Otto, que depois chegou a dizer que nao gostaria de deixá-la em uma “saia justa”, criticou-a pela demora e pelas respostas dadas:

“A sra. não é infectologista e se transformou nisso de uma hora para outra, como muitos no Brasil se transformaram, (..) A sra. não sabe nada de infectologia, nem estudou dra. Foi aleatória mesmo, superficial”, declarou Otto.

Alencar chegou a comparar o suposto “gabinete paralelo”  do governo federal para tratar da Covid-19 com métodos ineficazes com uma “arca de noé”, mas ironizou: “não tinha Noé para conduzir a arca”.

“De médico audiovisual esse plenário está cansado, de alguém que ouviu, viu e não leu, e não se aprofundou, e não tem estudado, e falo para a Sra. por que desde que começou essa doença tenho lido tudo sobre essa matéria, e não preciso ler para ver. A sra. nem sabe quando começou a primeira manifestação do coronavírus no mundo. A sra. não podia de jeito nenhum estar debatendo um assunto que não era do seu domínio, isso não é honesto”, finaliza o senador, em mais uma critica a Nise.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários