Um manifestante exibe um cartaz
Amanda Perobelli/Reprodução
Um manifestante exibe um cartaz "Impeachment já!!, Fora, Bolsonaro" durante protesto contra o presidente, em São Paulo


Em pelo menos 85 cidades, sendo 25 capitais ao redor do país, estão marcadas para este sábado (29) manifestações contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) , organizada pelas frentes Povo sem Medo e Brasil Popular.

Os protestos ocorrerão em meio ao surgimento de novos casos da variante indiana e do alerta de infectologistas para uma eminente terceira onda da Covid-19 , que já deixou mais de 456 mil mortos no país.

Por conta do risco de infecção , segue abaixo dicas para prevenção contra a Covid enquanto se manifesta nas ruas:

Máscara

Máscaras N95 são comprovadamente mais seguras
Pixabay/Creative Commons
Máscaras N95 são comprovadamente mais seguras

De preferência, a de modelo PFF2 . Outra opção é usar uma máscara cirúrgica descartável por baixo, e por cima, uma de tecido.

Outra orientação é evitar gritar durante o protesto, já que mais partículas vão para o ar.

Você viu?

Distanciamento social

Segundo o pesquisador Vitor Mori, estudos indicaram que menos de 1% de pessoas infectadas com o Sars-Cov-2 contrairam o vírus em atividades ao ar livre. “Mas isso não significa que as chances de pegar Covid-19 ao ar livre seja de 1%”, alerta. “Isso é de uma pesquisa que olhou para trás e viu que cerca de 1% se infectou ao ar livre. Quanto à estimativa de risco, é muito difícil de prever, pois, depende de muitos contextos”, afirma em entrevista ao site Marco Zero.

  Todavia, é recomendado que se mantenha distanciamento de 2 metros entre os manifestantes. O contato físico, como abraços, beijos e compartilhamento de água e de comida também não é recomendado.


Contraindicações para não ir aos eventos:

Pessoas que tenham tido contato com pessoas com sintomas ou que testaram positivo para a Covid-19, ou que tenham por si próprio sentido sintomas como tosse , febre, cansaço, dor de cabeça, falta de ar , perda de olfato e/ou paladar e dor de garganta não devem participar das manifestações.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários