Pazuello e Bolsonaro são apontados pelo presidente do Cidadania como principais responsáveis pela gravidade da pandemia
Carolina Antunes/PR
Pazuello e Bolsonaro são apontados pelo presidente do Cidadania como principais responsáveis pela gravidade da pandemia

O presidente nacional do Cidadania, Roberto Freire, assinou um pedido enviado à Procuradiria-Geral da República (PGR) pedindo que Bolsonaro e o ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello sejam investigados por possíveis crimes cometidos no âmbito da pandemia de Covid-19. As informações são do Antagonista .

Roberto Freire cita omissão na compra de vacinas em 2020, prevaricação e atos de improbidade administrativa como crimes possivelmente cometidos pelas autoridades.

“Trata-se de uma questão gravíssima, tendo em vista as terríveis consequências humanitárias do quadro catastrófico vivido pela população brasileira, aproximando-se de 460 mil vidas perdidas", diz o documento.

De acordo com o presidente do partido, a CPI da Covid -que completou um mês de existência- prova “dia após dia" as "omissões do governo federal no enfrentamento da grave crise sanitária que se abateu sobre nós”.

“Do que já foi apurado, não há como escapar da inexorável responsabilidade do presidente Jair Bolsonaro e do ex-ministro Eduardo Pazuello pelos caos que se instalou e pela morte de milhares de brasileiros."

Freire ainda pede que o Ministério Público Federal iniciem as investigações na "maior brevidade possível".

“Sabemos da dificuldade que tem o senhor Augusto Aras [procurador-geral da República] para cumprir com suas atribuições, mas o momento é crucial, pois o depoimento de Dimas Covas [diretor do Instituto Butantan, ontem] foi contundente e documentado, demonstrando a desídia criminosa da dupla Bolsonaro e Pazuello na questão da vacina Coronavac. ”

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários