Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga
O Antagonista
Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, evitou comentar a  manifestação bolsonarista ocorrida neste domingo (24) no Rio de Janeiro. O atual comandante da pasta disse que "não tem que fazer juízo de valor" sobre o comportamento de ninguém.

"O cuidado é de cada um e o benefício é de todos. E o ministro da Saúde tem que trabalhar com política de saúde, não ficar fazendo juízo de valor sobre o comportamento de quem quer que seja", disse.

 Jair Bolsonaro e Pazuello durante manifestação no Rio neste domingo (23)
Reprodução/redes sociais
Jair Bolsonaro e Pazuello durante manifestação no Rio neste domingo (23)

O ato de domingo contou com a presença do ex-comandante da pasta que hoje é comandada por Queiroga, o general Eduardo Pazuello . Seu comparecimento ao ato gerou insatisfação dos militares, já que um membro da ativa é proibido de participar de atos políticos.

O comandante do Exército , general Paulo Sérgio Oliveira, decidiu  abrir um procedimento administrativo contra o ex-ministro da Saúde.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários