Jair Bolsonaro e militares
Marcos Corrêa/PR
Jair Bolsonaro e militares

54% da população brasileira rejeita a nomeação de militares para cargos no governo federal , de acordo com pesquisa do Datafolha divulgada neste sábado (22) pela Folha de S. Paulo. 41% dos entrevistados são favoráveis a esse tipo de nomeação, e 5% não souberam opinar.

A pesquisa foi realizada nos dias 11 e 12 de maio e tem confiança de 95%. Há um ano, o mesmo questionamento foi feito pelo Datafolha, e a rejeição também foi maioria (52%) contra 43% de favoráveis às nomeações de militares.

A indicação de militares para ministérios e cargos relevantes no governo federal atingiu níveis inéditos na gestão de Jair Bolsonaro desde o fim da ditadura militar , em 1985.

As nomeações, promessas da campanha de Bolsonaro , agradam aos seus seguidores mais fiéis. Dentre as pessoas que avaliam o atual governo como ótimo ou bom, 75% aprovam a presença de militares em postos do governo. Entre homens, o apoio chega a 46%. O Sul apoia mais os militares no governo (44%) do que o Nordeste (39%).

Já entre os entrevistados que têm "muito medo" do novo coronavírus (Sars-Cov-2), a rejeição à nomeação de militares sobe para 61%. A rejeição também é alta entre pessoas com ensino superior (58%), funcionários públicos (62%) e eleitores do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (69%).

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários