Guilherme Boulos (PSOL)
Agência RBS
Guilherme Boulos (PSOL)


 Ministros do Supremo Tribunal Federal ( STF ) formaram maioria para rejeitar queixa-crime feita por Guilherme Boulos (PSOL) contra o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) por calúnia e difamação referentes a postagens feitas no twitter em 2018.

Boulos entrou com a queixa ainda em 2018. A postagem se referia ao desabamento de um prédio no centro de São Paulo em maio daquele ano. Eduardo acusou membros do Movimento dos Trabalhadores sem Terra ( MTST ) de invadirem o prédio em questão e cobrar aluguel dos moradores.

O caso ocorre no plenário virtual do Supremo desde a semana passada e se encerra nesta sexta (21). Até o momento, 8 ministros votaram contra a queixa. 

Desta foram, faltando os votos de Barroso, Lewandowski e do presidente Luiz Fux , não há como reverter a decisão.

O Psolista ainda terá que arcar com os honorários do parlamentar, no valor de R$ 2000.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários