Antônio Barra Torres, presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa)
Pedro França/Agência Senado
Antônio Barra Torres, presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa)

O depoimento do presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Antônio Barros Torres , na CPI da Covid no Senado foi adiado para a próxima terça-feira (11), decidiram os senadores.

A mudança foi tomada ao fim da primeira parte do interrogatório do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga , nesta quinta-feira (6).

Como na sessão de hoje ainda faltavam as perguntas de 13 senadores e suplentes, a presidência da CPI optou por consenso por prorrogar a oitiva com o ministro.

Na agenda da próxima semana, ainda estão agendados os depoimentos dos ex-ministros Fabio Wajngarten (Secretaria da Comunicação) - no dia 12 - e de Ernesto Araújo (Relações Exteriores) - no dia 13.

Também foram convocados a atual presidente da Pfizer no Brasil, Marta Díez, e o ex-líder do laboratório Carlos Murillo para o dia 13.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários