Bolsonaro teria cometido advocacia-administrativa e corrupção ativa em conversa com Kajuru, dizem parlamentares
O Antagonista
Bolsonaro teria cometido advocacia-administrativa e corrupção ativa em conversa com Kajuru, dizem parlamentares

Parlamentares do PSOL protocolaram notícia-crime contra o presidente Jair Bolsonaro acusando o presidente de advocacia-administrativa e corrupção ativa em conversa telefônica com o senador Kajuru (Cidadania-GO), divulgada no último fim de semana . As informações são da Folha de S. Paulo.

Na ligação, Bolsonaro pressiona o Kajuru para que se inclua investigação a estados e municípios da CPI da Covid. Ele também ameaçou o senador Randolfe Rodrigues (REDE-AP) de agressão.

Segundo a notícia-crime assinada pelos parlamentares David Miranda (RJ), Fernanda Melchionna (RS), Sâmia Bomfim (SP) e Vivi Reis (PA), o presidente ofereceu vantagem ao senador em troca da realização de seus pedidos.

“A cadeira da Presidência da República está sendo utilizada como instrumento de chantagem, tráfico de influência ou persuasão perante um Poder instituído, inclusive por meio da provocação a um terceiro Poder", diz ofício enviado ao Supremo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários