Guilherme Boulos (PSOL) revela desejo de disputar eleição para governo de São Paulo
Reprodução: iG Minas Gerais
Guilherme Boulos (PSOL) revela desejo de disputar eleição para governo de São Paulo

Guilherme Boulos (PSOL)  anunciou em entrevista divulgada nesta terça-feira (13) que sairá como candidato ao governo de São Paulo nas eleições de 2022. “Estou disposto a assumir o desafio”, revela.

O líder do movimento MTST, que disputou as eleições para prefeito na capital paulista, tendo votação expressiva, mas perdendo para Bruno Covas (PSDB) no 2º turno, revelou em entrevista para a Folha de S.Paulo, que pretende se lançar candidato para acabar com o “tucanistão”, apelido pejorativo dado a sequência de governos do PSDB, que desde 1999 é eleito no estado:

“Eu devo te confessar que tenho muita disposição de acabar com o ‘tucanistão’. Já deu. Tem um cansaço, um desgaste do PSDB com essa mesmice tucana governando o estado há mais de 30 anos. Uma capitania hereditária com histórico de roubalheira, máfia da merenda, do metrô, do Rodoanel”, declara. 

“Preciso fazer naturalmente esse debate com o meu partido. Mas eu estou disposto a assumir o desafio de disputar o Governo de São Paulo em 2022. E construindo uma unidade dos progressistas. Sem unidade é muito difícil derrotar a máquina do PSDB”, completa Boulos, que em 2018, disputou as eleições presidenciais pelo PSOL .

Em relação às eleições presidenciais, Boulos coloca o ex-presidente Lula (PT) como o nome a ser apoiado pelo “campo progressista”:

“Eu defendo essa unidade nacional do campo progressista. Temos que ver qual é o nome que vai ter melhores condições de derrotar o Bolsonaro em 2022. Se for o do Lula, hoje é. Estamos a um ano e meio da eleição. É evidente que a unidade tem que ser construída em torno do nome com melhores condições de derrotar o Bolsonaro. Mas também em torno de um projeto”, revela, ao frisar que o foco é “derrotar o bolsonarismo”.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários