Eduardo Cunha ao lado da filha mais nova
Reprodução
Eduardo Cunha ao lado da filha mais nova

A filha mais nova do ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha , publicou uma carta aberta em suas redes sociais dizendo que o irmão, Felipe Cunha , a xingou, descrevendo a relação distante entre os dois. "Hoje meu irmão me chamou de p...", escreveu Bárbara Cunha em seu Instagram.

Segundo a coluna do jornalista Leo Dias  ao portal Metrópoles , a família de Eduardo Cunha "se desintegrou" quando ele foi preso e, mesmo após cumprir prisão domiciliar, a situação não melhorou. De acordo com Bárbara, o irmão a procura "quatro vezes ao ano" quando está solteiro e se interessa por uma de suas amigas. "Ele não sabe minha religião, posicionamento político ou time de futebol. Não sabe onde passei o último Natal nem lembra se meus olhos são azuis ou verdes", escreveu ela.

De acordo com o colunista, apesar da distância, eles tiveram uma briga séria na última quarta-feira (7). "Talvez, meu irmão não saiba de quase nada, mas de que sou p... ele tem certeza. Visto que não sou profissional do sexo, tive que tentar decifrar o que ele quis dizer com sua fascinante escolha de 'adjetivo' para tentar me ofender. Que bom que, de semelhanças, nós só dividimos 'meio' DNA", continuou a jovem.

Na carta, ela ainda diz que Felipe é reflexo de homens que usam o "machismo e o retrocesso para condenar mulheres independentes e seguras de si, que não vivem em prol da aceitação alheia".

O texto da filha do ex-líder da Câmara dos Deputados chamou a atenção dos internautas e já tem mais de 1,2 mil curtidas e 200 comentários.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários