Ex-presidente Lula durante discurso
Lula Marques/Agência PT
Ex-presidente Lula durante discurso

O ex-presidente Lula entrou com um pedido nesta quinta-feira (1º) no Supremo Tribunal Federal (STF) para que a Corte determine a suspeição do ex-juiz Sergio Moro também nos casos do sítio de Atibaia e do Instituto Lula . A defesa do petista pede que seja estendido o mesmo entendimento da Corte no caso do tríplex de Guarujá , no litoral Sul de São Paulo. A informação é do jornal Folha de S. Paulo .

No dia 23 de março,  a Segunda Turma decidiu, por 3 votos a 2, que Moro foi parcial na condução do caso do ex-presidente.

Segundo os advogados de Lula, há "identidade de situações jurídicas" e, por isso, eles pedem que sejam declaradas nulas todas as provas e decisões tomadas nos dois casos.

A petição é direcionada ao ministro Gilmar Mendes. O responsável pelo caso era o ministro Edson Fachin, mas o magistrado ficou vencido no julgamento da matéria e agora a previsão é que o magistrado que dá o voto vencedor torna-se o relator do processo.

Ao receber o pedido, Gilmar pode tomar uma decisão individual provisória ou submeter a discussão direto à Segunda Turma do STF.

O ex-presidente já foi condenado em duas instâncias no processo do sítio de Atibaia, o que gera a sua inelegibilidade. Nesse processo, a condenação em primeira instância não foi proferida por Moro, mas ele conduziu o início das investigações, com a autorização para coleta de provas e de depoimentos.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários