Deputado federal Marcelo Freixo (PSOL-RJ)
Luis Macedo/Câmara dos Deputados
Deputado federal Marcelo Freixo (PSOL-RJ)

Líderes da oposição e da minoria no Congresso vão apresentar um novo pedido de impeachment do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) nesta quarta-feira (31).

O pedido, que é assinado pelo deputados federais Marcelo Freix o (PSOL-RJ) e Arlindo Chinaglia (PT-SP) e os senadores Randolfe Rodrigues (Rede-AP) e Jean Paul Prates (PT-RN), fala em "uso inconstitucional das Forças Armadas para atacar a democracia".

Nesta seguda-feira (29), Bolsonaro fez um reforma ministerial que envolveu a troca no comando de seis pastas, entre elas a da Defesa, que passou a ser comandada pelo general Braga Netto. O militar substituiu Fernando Azevedo e Silva, que deixou o ministério por não sinalizar apoio a Bolsonaro nas Forças Armadas.

A demissão do então ministro pegou os líderes das Forças Armadas de surpresa e, nesta terça-feira (30), os três (Exército, Aeronáutica e Marinha) entregaram seus cargos.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários