Presidente Jair Bolsonaro em live ao lado do presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães
Reprodução
Presidente Jair Bolsonaro em live ao lado do presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães

O presidente Jair Bolsonaro disse o general Eduardo Pazuello vai deixar o comando do Ministério da Saúde nesta sexta-feira (19). A confirmação da mudança foi feita por Bolsonaro em live nas redes sociais nesta quinta-feira (18) após ele elogiar a gestão do militar à frente da pasta. A expectativa é que a exoneração de Pazuello seja publicada no Diário Oficial da União amanhã.

"O Pazuello fez um trabalho brilhante. O Ministério da Saúde tinha um problema seríssimo de gestão, quase nada era informatizado", disse Bolsonaro.

Pazuello vai ser substituído pelo cardiologista Marcelo Queiroga , que será o quarto ministro desde o início da pandemia da Covid-19 . Nos últimos dias, o médico participou de uma série de agendas ao lado de general, entre elas a entrega de doses da vacina de Oxford na Fiocruz , no Rio de Janeiro.

Em suas primeiras declarações à imprensa, Queiroga disse que vai centrar suas decisões da ciência e defender o "distanciamento social inteligente" , o que contraria as posições de Bolsonaro. Pazuello já disse que o  futuro ministro "reza a mesma cartilha" que ele.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários