Carlos Siqueira, presidente nacional do PSB
Divulgação
Carlos Siqueira, presidente nacional do PSB

O presidente nacional do  PSBCarlos Siqueira , disse que o cenário político do Brasil é de "autoritarismo versus democracia" ao defender uma frente ampla contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) para as eleições de 2022 . Em entrevista ao jornal O Estado de São Paulo , Siqueira disse que não tem dúvida de que a eventual reeleição de Bolsonaro pode mergulhar o Brasil no autoritarismo.

"Nós estamos a caminho, em marcha batida, do autoritarismo. Não é esquerda versus direita. É autoritarismo versus democracia. Esse é o problema do brasileiro hoje", disse.

Para o presidente do PSB, a defesa dessa frente ampla pressupõe mais um engajamento da sociedade em torno desse propósito do que a escolha de um candidato. Por isso, ele diz que acha cedo para definir se o PSB terá candidatura própria ou se participará de uma aliança em torno de outro nome.

Mesmo reconhecendo que a possibilidade de Lula poder ser candidato mexe com o quadro político, Siqueira cobra a participação da elite política e econômica nesse movimento contra Bolsonaro. "O que o momento está exigindo é que as elites política e econômica do País criem juízo. Pensem no projeto para o País. Um projeto de transição de retorno à democracia. Que dê um mínimo de estabilidade política, econômica e social ao nosso País. Essa é a questão central", afirmou.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários