Deputados decidem restringir circulação em gabinetes e voltar ao home office
Agência Senado
Deputados decidem restringir circulação em gabinetes e voltar ao home office

Devido à alta no número de internações e mortes pela Covid-19 , os  deputados federais decidiram restringir a quantidade de pessoas dentro dos gabinetes em Brasília , retornando ao home office nos últimos dias. As informações são da coluna Painel S/A , da Folha de S. Paulo .

Segundo a publicação, os deputados afirmaram que a circulação de pessoas cresceu muito desde a última semana, quando a mesa da  Câmara determinou o retorno presencial gradual, seguindo as medidas de distanciamento social e revezamento. Desde a semana passada, a presença de prefeitos em busca de recursos para os municípios também aumentou.

Nesta quinta-feira (25), o político Jerônimo Goergen (PP-RS) decidiu retomar o rodízio de um funcionário por dia no gabinete. A escala foi adotada no ano passado e só teve presença total na última semana, de acordo com ele. No entanto, como um dos funcionários do gabinete foi diagnosticado com a Covid-19, o local ficará interditado. "Consequências da irresponsável aglomeração desta semana"​, afirma o político à Folha .

Ainda na quinta, o deputado Pedro Westphalen (PP-RS) decidiu suspender todas as atividades presenciais no escritório em Porto Alegre e no gabinete da Câmara. Segundo o jornal, Alexandre Padilha (PT-SP), cujo gabinete está em home office desde o início da pandemia, afirma que a Câmara virou um 'covidário' nas últimas semanas, defendendo o retorno ao trabalho remoto com restrição de circulação.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários