Daniel Silveira está preso em uma sala de escritório na Superintendência da PF no Rio de Janeiro
Jorge William / Agência O Globo
Daniel Silveira está preso em uma sala de escritório na Superintendência da PF no Rio de Janeiro

O deputado federal Daniel Silveira (PSL-SP) , preso na noite de terça-feira (16) após gravar um vídeo atacando ministros do Supremo Tribunal Federal , deverá passar sua segunda noite preso em uma cela na Superintendência da Polícia Federal no Rio de Janeiro . Nesta quarta-feira (17), o STF acatou, por unanimidade, a decisão de Alexandre de Morais e mantiveram da prisão do parlamentar.

De acordo com o deputado estadual Rodrigo Amorim, o parlamentar está acomodado em uma sala próxima à carceragem da PF, com uma mesa, cadeiras e cama. Silveira teria pedido para continuar na sede da Polícia Federal nesta noite e solicitou uma troca de roupas para dormir.

Para deixar a prisão, Silveira espera pela decisão da Câmara dos Deputados , que pode decidir pela liberação do congressista. A reunião para definir o futuro do deputado está marcada para esta quinta-feira (18) .

No entanto, interlocutores do Congresso Nacional e apoiadores do presidente da Casa, Arthur Lira (Progressistas-AL), acreditam ser muito difícil os deputados aprovarem a soltura de Silveira e esperam que as acusações sejam enviadas ao Conselho de Ética da Câmara .

Prisão

Daniel Silveira foi preso após determinação do ministro do STF Alexandre de Morais. Investigado nos inquéritos das Fake News e dos atos antidemocráticos , o parlamentar gravou um vídeo em que ataca membros do Supremo e exalta o AI-5, método de censura usado na Ditadura Militar.

Ao ser encaminhado ao Instituto Médico Legal , Silveira brigou com uma servidora por se recusar a usar máscara. O parlamentar passou a noite na mesma sala em que ocupa no momento e deve ser ouvido em audiência de custódia nesta quinta-feira (18).  

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários