Governador do Rio Grande do Sul se opõe a Doria dentro do PSDB e descarta oposição sistemática a Bolsonaro
Antonio Cruz/ABr
Governador do Rio Grande do Sul se opõe a Doria dentro do PSDB e descarta oposição sistemática a Bolsonaro

O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), político que tem ascendido como possível candidato do partido tucano à presidência em 2022 , disse que, diferentemente do que defende João Doria, o PSDB não deve fazer "oposição sistemática" ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

“Sempre se falou que o PSDB não sabia fazer oposição ao PT. O PSDB não sabe fazer e nem deve saber [fazer] oposição sistemática porque é uma oposição que, no fim das contas, impõe custos para a própria sociedade”, disse Leite, em entrevista ao jornal  Folha de S.Paulo.

Com a postura mais moderada, o governador do Rio Grande do Sul vai se distanciando ainda mais de Doria e conquistando apoio do partido. O político lembrou, ainda, durante a entrevista, que Doria se aliou a Bolsonaro em 2018.

“O contraponto tem que ser feito insistindo na ponderação e na moderação, esse é o meu jeito. Cada um tem sua forma de fazer política. São estilos, que poderão ser comparados pela população assim como já são comparados no partido”, defendeu Eduardo Leite.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários