Carol Iara, covereadora em São Paulo sofre atentado
Reprodução Psol
Carol Iara, covereadora em São Paulo sofre atentado

A co-vereadora Carol Iara, da Bancada Feminista do PSOL , sofreu um atentado a tiros na madrugada desta quarta-feira (27) em sua casa.

Dois tiros foram disparados em direção a sua residência. No momento do ataque, tanto a vereadora quanto sua família estavam no local, mas ninguém ficou ferido.

Uma câmera de segurança registrou a ação. Por volta das 2h da manhã, um carro branco, com vidros escuros, ficou parado por alguns minutos em frente a casa, e de dentro do veículo, disparos foram efetuados.

Você viu?

Carol realizou boletim de ocorrência nesta tarde e segundo o PSOL, “medidas urgentes” foram tomadas.

“Exigimos investigação imediata, pois não podemos permitir que uma mulher preta, travesti e intersexo seja silenciada com violência. Fascistas não passarão!”, pede, em nota, a Bancada Feminista do partido.

O mandato coletivo do PSOL foi eleito nas eleições municipais em São Paulo em 2020 com 46.267 votos, sendo uma das 6 candidaturas eleitas pela sigla. Além de Carol Iara, Silvia Ferraro, Paula Nunes, Dafne Sena e Natália Chaves representam a Bancada.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários