Jair Bolsonaro falando
Pablo Jacob/Agência O Globo/17-12-2020
Presidente Jair Bolsonaro durante evento no Palácio do Planalto

O presidente Jair Bolsonaro  (sem partido) criticou nesta sexta-feira (08) a aliança entre o PT e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ) , nas eleições para a presidência da Casa. O PT está apoiando a candidatura de Baleia Rossi (MDB-SP) , articulada por Maia. Bolsonaro ironizou o apoio, lembrando que Maia fez um voto duro no impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT) , e disse que os dois são "coisas muito parecidas".

"O Rodrigo Maia, quando votou pela cassação da Dilma, deu um voto criticando o PT, (dizendo) que perseguiu o pai dele quando era prefeito no Rio. Deu um voto firme, objetivo, apontando que o PT era a maior desgraça do mundo. Hoje, está junto com o PT nas eleições da Presidência da Câmara. Pelo poder, água e óleo se misturam. Se bem que ali acho que não é água e óleo, não, são duas coisas muito parecidas", disse  Bolsonaro a apoiadores, no Palácio da Alvorada.

Em 2016, quando o impeachment de Dilma foi analisado na Câmara, Maia falou que votaria pelo seu pai, o ex-prefeito do Rio de Janeiro Cesar Maia, por considerar que ele foi atrapalhado pelo PT.

"Pela minha família, mas principalmente pelo meu pai, Cesar Maia, que quando prefeito do Rio, foi atropelado pelo governo do PT. O PT rasga a Constituição no Rio de Janeiro e rasga a Constituição aqui. O meu voto é 'sim'" — disse o deputado na ocasião.

A decisão de apoiar Baleia Rossi foi tomada pelo PT na última segunda-feira. A bancada do partido se dividiu: foram 27 votos favoráveis à aliança e 23 contrários. A outra opção seria lançar uma candidatura própria. Na disputa, Bolsonaro apoia Arthur Lira (PP-AL).

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários