Deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP)
Cleia Viana/Câmara dos Deputados
Deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP)

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) corre risco de perder o comando da comissão de política externa da Câmara em meio a um racha do PSL e a disputa da presidência da Casa. O filho do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) está no comando do órgão colegiado há dois anos e quer tentar colocar um aliado no cargo. A informação é do jornal Folha de S.Paulo .

O principal motivo para eventual saída de Eduardo seriam os rompimentos dentro do partido. A legenda foi a qual Bolsonaro se filiou para disputar as eleições presidenciais de 2018. Ocorre que, agora, após a implosão do partido, ele é comandado pela ala que rompeu com o bolsonarismo.

Além disso, o grupo próximo do presidente da legenda, Luciano Bivar (PE), não pretende entregar cargos para a ala rebelde.

As negociações de comissões também passam pela eleição para a presidência da Câmara. Como o PSL se juntou ao bloco que apoia Baleia Rossi (MDB-SP), candidato do atual presidente Rodrigo Maia (DEM-RJ), o partido não deve ceder espaço a deputados que votarem em Arthur Lira (PP-AL).

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários