O presidente Jair Bolsonaro e o prefeito Marcelo Crivella durante cerimônia no Rio de Janeiro
Alan Santos/Presidência
Bolsonaro apoiou Crivella durante as campanhas municipais de 2020.

prisão do prefeito Marcelo Crivella (Republicanos) , que ocorreu na última terça-feira (22), deve acelerar a escolha de Jair Bolsonaro (sem partido) por uma nova legenda. As informações foram dadas pela jornalista Ana Flor, do G1 .

Assessores próximos do presidente disseram que  Bolsonaro já planejava se filiar a uma nova sigla em 2021 para não ter que fazer isso em 2022, ano de eleições presidenciais. Agora, o presidente pretende definir o novo partido até março.

A ideia é que, ao escolher uma legenda, Bolsonaro poderia levar consigo os  filhos que atualmente pertencem ao Republicanos e retomar o discurso de combate à corrupção.

O vereador  Carlos Bolsonaro e o senador  Flávio Bolsonaro integram o mesmo partido que o prefeito afastado do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella .

Auxiliares presidenciais dizem também que o chefe do Executivo pretende se filiar a uma sigla menor, levando um grupo de cerca de 22 parlamentares.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários