bolsonaro e maia
Marcelo Camargo / Agência Brasil / Imagem de arquivo
Bolsonaro e Rodrigo Maia se reúnem nesta segunda-feira (5)


O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), declarou em entrevista ao jornal Valor Econômico , nesta segunda-feira (14), que não houve omissão sobre a abertura do processo de impeachment do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) durante o seu mandato à frente da Câmara.  Maia argumentou que a eventual deposição de Bolsonaro tiraria o foco do combate à pandemia que, segundo ele, é prioritário neste momento.


Não há condições para se avaliar esse tema, o que não quer dizer que eu avaliaria nem positivamente nem negativamente. Não considero omissão da minha parte", disse. "Estamos com uma pandemia que voltou a crescer e essa deve ser nossa prioridade ", afirmou.

Ao todo, Maia recebeu 58 pedidos de impeachment de Bolsonaro, entre os aditados, os rejeitados e os retirados pelos autores. O atual presidente tem 10 pedidos a menos do que todos enviados contra ex-presidente Dilma Roussef (PT), que recebeu 68 denúncias de crimes de responsabilidade até o momento do afastamento. 

    Leia tudo sobre: Impeachment

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários