Presidente do TSE, Luiz Roberto Barroso
Agência Brasil
Presidente do TSE, Luiz Roberto Barroso


Encerradas as eleições 2020, o presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), Luís Roberto Barroso , afirmou na noite deste domingo (29), que nunca foi detectado nenhum caso de fraude nas urnas eletrônicas . E destacou que declarações que tentam apontar uma suposta fragilidade do sistema não têm fundamento.


Na tarde desde domingo, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) voltou a questionar a segurança da urna eletrônica e a defender a retomada do voto impresso. Sem fazer qualquer menção a Bolsonaro, Barroso disse que as acusações de fraude são feitas "sem nenhum fundamento".

"Para além da retórica, sobre a qual ninguém tem controle, jamais se comprovou qualquer aspecto fraudulento no sistema", disse Barroso.

O presidente do TSE reforçou que as urnas não ficam conectadas à internet. 

"Em relação às acusações de fraude que se repetem insistentemente, mas evidentemente sem nenhum fundamento, eu vou explicar mais uma vez às pessoas que não tenham entendido. Só posso explicar às que não tenham entendido, às que não queiram entender, não há remédio na farmacologia jurídica para esse problema", afirmou o presidente do TSE.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários