Presidente da Câmara dos Deputados Rodrigo Maia
Agência Brasil
Presidente da Câmara dos Deputados Rodrigo Maia

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM) articula apoio do centrão junto a partidos de esquerda para a eleição que definirá o próximo presidente da casa, marcada para 1º de fevereiro de 2021.


A ideia de Maia é criar um grande bloco, de cerca de 350 deputado s de diferentes siglas, como PSDB, DEM, Cidadania, PDT e PC do B, para fazer oposição ao candidato apoiado pelo Palácio do Planalto, Arthur Lira (PP-AL), que já ocupa o cargo de líder do governo Bolsonaro na câmara.

Segundo informações da CNN, os candidatos preferidos de Maia para ser seu sucessor são Baleia Rossi (MDB-SP), Aguinaldo Ribeiro (PP-PB) ou  Marcos Pereira (Republicanos-SP).

Para viabilizar o apoio de diferentes partidos, o deputado está fazendo uma ' peregrinação ' ao redor do país para conversar com lideranças políticas e personalidades importantes do meio.

Na última quinta (19), Rodrigo Maia foi até o nordeste, no Ceará, onde se encontrou com os irmãos Gomes, Cid e Ciro , e o governador do estado, Camilo Santana (PT), e uma das pautas conversadas foi a união dos partidos para essa eleição.

Em entrevista ao Globo, Cid Gomes classificou a união como um "centro progressista" contra Jair Bolsonaro, e revelou que a ideia também é apoiada por Ciro e Camilo.

Na sexta (20),o político do DEM já estava em São Paulo, onde se encontrou com o governador João Dória (PSDB).

Contudo, Maia aguarda decisão do STF sobre a eleição na Câmara, onde será julgada ação que pode permitir que ele se candidate para uma 3ª reeleição.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários