Primeiro turno ocorreu no dia 15 de novembro.
José Cruz/Arquivo/Agência Brasil
Primeiro turno ocorreu no dia 15 de novembro.

No último domingo (15), brasileiros foram às urnas para eleger os prefeitos que irão comandar os mais de 5.000 municípios do país pelos próximos quatro anos. Com 78,86% de comparecimento e 100% das seções totalizadas e do eleitorado apurado, conforme dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), é possível fazer um balanço de quais partidos avançaram e quais recuaram nos cargos executivos municipais.

Os dados utilizados foram compilados pelo G1 , fornecidos pelo TSE e consideram o primeiro turno das eleições. 

Altas e baixas

De 2016 a 2020, o partido que mais perdeu prefeituras foi o Partido da Social Democracia Brasileira ( PSDB ), que sofreu com um tombo de 273 municípios. Apesar disso, com 512 candidatos eleitos, a sigla ainda é a quarta com mais prefeitos.

Outra bandeira que também entrou em declínio foi o Movimento Democrático Brasileiro ( MDB ), que perdeu 261 municípios. A queda, porém, não fez com que o MDB deixasse de ocupar o posto de sigla com mais prefeitos: 774.

A legenda que mais cresceu, por sua vez, foi o Democratas ( DEM ), que conquistou 193 prefeitos a mais do que em 2016. Com um total de 459, os democratas ocupam o 5º lugar no ranking de partidos com mais prefeituras.

Você viu?

O Partido Progressista ( PP ) foi o segundo que mais cresceu. A sigla saltou de 495 municípios em 2016 para 682 em 2020, sendo a segunda legenda que mais acumula prefeituras no país.

Veja abaixo o comparativo entre 2016 e 2020 do número de prefeituras que cada partido obteve:

  • DEM: subiu de 266 para 459 (+193)
  • PP: subiu de 495 para 682 (+187)
  • PSD: subiu de 537 para 650 (+113)
  • Republicanos: subiu de 103 para 208 (+105)
  • Avante: subiu de 12 para 80 (+68)
  • Podemos: subiu de 29 para 96 (+67)
  • PSL: subiu de 30 para 90 (+60)
  • PL: subiu de 294 para 345 (+51)
  • Patriota: subiu de 13 para 48 (+35)
  • Solidariedade: subiu de 60 para 93 (+33)
  • PSC: subiu de 87 para 116 (+29)
  • Cidadania: subiu de 117 para 139 (+22)
  • PSOL: subiu de 2 para 4 (+2)
  • Rede: subiu de 4 para 5 (+1)
  • PMB: caiu de 3 para 1 (-2)
  • PRTB: caiu de 9 para 6 (-3)
  • DC: caiu de 8 para 1 (-7)
  • PROS: caiu de 50 para 40 (-10)
  • PMN: caiu de 28 para 13 (-15)
  • PTC: caiu de 16 para 1 (-15)
  • PDT: caiu de 331 para 311 (-20)
  • PCdoB: caiu de 80 para 46 (-34)
  • PTB: caiu de 254 para 212 (-42)
  • PV: caiu de 98 para 47 (-51)
  • PT: caiu de 254 para 179 (-75)
  • PSB: caiu de 403 para 250 (-153)
  • MDB: caiu de 1.035 para 774 (-261)
  • PSDB: caiu de 785 para 512 (-273)

Segundo turno

Ainda há 57 disputas para prefeituras no 2º turno , que ocorrerão no dia 29 de novembro.

O MDB , partido com maior número de prefeituras, também é a sigla mais presente nas capitais que terão 2º turno: os emedebistas estão em 7 das 18 disputas.

A sigla que mais estará presente no geral é o Partido dos Trabalhadores ( PT ), que estará em 15 dos 57 municípios com segundo turno.

Veja abaixo os partidos presentes no segundo turno:

  • PT: 15 municípios
  • PSDB: 14 municípios
  • MDB: 12 municípios
  • PSD: 10 municípios
  • PODE: 9 municípios
  • DEM e PSB: 8 municípios
  • PP e Republicanos: 5 municípios
  • PDT: 4 municípios
  • PSC: 3 municípios
  • Avante, Cidadania, Patriotas, PL, PROS, PSL, PSOL, PTB e Solidariedade: 2 municípios
  • Novo, PCdoB, Rede: 1 município

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários