Boulos
Reprodução/Facebook
Candidato do PSOL contará com o apoio do Partido dos Trabalhadores no embate contra Covas

A presidente do PT, Gleisi Hoffmann, e o candidato do partido à prefeitura de São Paulo, Jilmar Tatto, manifestaram na noite deste domingo apoio a Guilherme Boulos (PSOL) no segundo turno da disputa da capital paulista contra Bruno Covas (PSDB) .

Na manhã de domingo, ao votar em São Bernardo, o ex-presidente Lula havia afirmado que o  PT não havia apoiado Boulos ainda no primeiro turno por decisão exclusiva de Tatto. A declaração provocou crise no partido.

Encerrada a apuração, o  ex-prefeito Fernando Haddad também declarou apoio ao candidato do PSOL . "Acabei de ligar para Guilherme Boulos, a quem tenho como um irmão mais novo. Desejei sorte e disse que ele pode contar comigo e com a nossa valente militância para virar o jogo em São Paulo", escreveu Tatto no Twitter, pouco antes da meio-noite.

"Obrigada Jilmar Tatto e militância aguerrida do PT de São Paulo. Defenderam o partido e nosso legado com coragem e dignidade. Engrandeceram o campo popular e de esquerda na capital, que irá mais forte e unido para o segundo turno, para eleger Boulos e Erundina", postou Gleisi, em seguida.

Haddad também pediu apoio a Boulos. "Progressistas, ninguém arreda o pé de São Paulo até a vitória de Guilherme Boulos e a derrota dos tucanos. Vamos à luta", disse o ex-prefeito.

    Leia tudo sobre: Lula

    Veja Também

      Mostrar mais