Senador Alvaro Dias (Podemos-PR)
Edilson Rodrigues/Agência Senado
Senador Alvaro Dias (Podemos-PR)

Um projeto de autoria do senador Alvaro Dias (Podemos-PR) quer proibir a divulgação de pesquisas eleitorais nos 15 dias anteriores a votações. A ideia do parlamentar é evitar que os resultados possam ser influenciados pelos levantamentos dos institutos de pesquisa.

"Os resultados dos levantamentos neste período podem influenciar negativamente os eleitores nos últimos quinze dias da campanha eleitoral. Não teremos divulgação de pesquisas sob pena da responsabilização aqui instituída no processo da lei", disse Dias.

De acordo com o senador, isso não é uma novidade e já é prática comum em países como a França e a Itália. "O que nós entendemos é que essas pesquisas distorcem, elas conduzem, elas sinalizam muitas vezes equivocadamente e levam os eleitores ao equívoco", completou.

Outra proposta em debate no Senado, do senador Márcio Bittar (MDB-AC), prevê que institutos de pesquisa apresentem índice de acertos e erros dos últimos levantamentos ao divulgarem novos resultados.

Bittar destaca que a ideia é dar transparência aos eleitores sobre a elaboração da pesquisa e não impedir o trabalho das empresas. As duas propostas aguardam votação na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ).

    Veja Também

      Mostrar mais