Joice Hasselmann é candidata à Prefeitura de São Paulo pelo PSL
Maryanna Oliveira/Câmara dos Deputados
Joice Hasselmann é candidata à Prefeitura de São Paulo pelo PSL

Joice Hasselmann (PSL) , candidata à prefeitura de São Paulo , afirmou em entrevista nesta quinta (12) para a Rádio Bandeirantes que" se presidente tivesse se comportado, provavelmente eu seria a candidata dele".


A deputada federal ainda criticou a escolha que Bolsonaro fez ao escolher apoiar Celso Russomano (Republicanos) na capital paulista:

"Bela porcaria fez o presidente da República, né? Russomanno? É tudo que São Paulo não precisa: antiempreendedor, gosta de fazer showzinho na TV. Infelizmente o presidente se equivocou por conta do meu enfrentamento com os filhos dele. Todo mundo conhece essa história. Mesmo o Palácio vindo pra cima com unhas e dentes por conta da minha candidatura, entrando com grana para outras emissoras não fazerem debate, o candidato do Palácio não se sustenta. Quem assistiu ao debate da Band viu", declarou.

Joice também chamou seus adversários na disputa de " frouxos ", e disse que a chance de Guilherme Boulos (PSOL) se eleger é alta :

"Quem vota no Jilmar Tatto (PT) vai mudar para ele, fazer o voto útil. O Lula vai entrar e, quando ele dá ordem, os outros cumprem. O risco de o Boulos ganhar essa eleição é real. Ele vai unificar a esquerda e atrair os votos anti-Bolsonaro e antio-PSDB. Eu consigo vencer porque somos antagônicos de fato (…). Precisamos de uma mulher para dar uma chacoalhada e tirar aquele bando de frouxo de lá".

Em março deste ano, a candidata do PSL passou por uma histerectomia , que é a retirada do útero, sobre essa situação, afirmou que seus problemas de saúde e o " estupro moral " sofrido  a fizeram mudar suas atitudes:

"Sofri um estupro moral, com uma ‘máquina’ me destruindo, fazendo montagens horrorosas. Quando fui parar na UTI e perdi o útero, me deu um estalo. Não vou morrer aos 42 anos por fazer o certo. Fui agredida por quem eu mais ajudei. Essas coisas me afetavam, eu tinha engordado muito, estava depressiva. Aí falei ‘chega, isso não vai mais me atingir’. E me blindei. Fiquei 22 kg mais magra".

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários