vereador
Divulgação
Vereador Juninho Fagundes (PL) foi preso



O candidato a vereador Antônio Carlos Fagundes Junio, o Juninho Fagundes (PL), pela cidade de Lagoa Santa, na região metropolitana de Belo Horizonte, foi preso sob suspeita de cometer o crime de peculato . A Promotoria de Justiça da cidade em que ele concorre recebeu uma denúncia que apontava o uso de computadores da Câmara Municipal no comitê da campanha do candidato.


O vereador autorizou a entrada de agentes da PM no comitê, onde foi encontrado um computador com a etiqueta indicando o  patrimônio da Câmara Municipal de Lagoa Santa . O equipamento foi apreendido e o candidato foi preso e encaminhado à delegacia de plantão em Vespasiano.

Segundo Juninho, o computador não era usado na campanha. "Eu ia instalar o novo sistema operacional nele, a máquina precisava de formatação. Por isso, levei para o escritório para fazer trabalho remoto da própria Câmara e não da campanha, já que as audiências e reuniões dos parlamentares estão acontecendo online", disse em entrevista ao UOL .

O candidato foi liberado após prestar depoimento. Juninho é vereador há oito anos e já foi presidente da Câmara Municipal de Lagoa Santa.

    Veja Também

      Mostrar mais