Eduardo Paes é o candidato do DEM à Prefeitura do Rio de Janeiro
Tânia Rêgo/Agência Brasil
Eduardo Paes é o candidato do DEM à Prefeitura do Rio de Janeiro

Em pesquisa Datafolha divulgada nesta quinta (5) sobre a prefeitura do Rio de JaneiroEduardo Paes (DEM) continua na liderança disparada, com 31% dos votos. O atual prefeito, Marcelo Crivella (Republicanos), está na vice colocação, com 15%.

Em comparação com a última pesquisa, divulgada em 22 de outubro, Crivella cresceu dois pontos percentuais, mas a distância para Paes aumentou , visto que ele foi o candidato com o maior aumento, de 28 para 31%.

Martha Rocha (PDT), que está em empate técnico com o atual prefeito se manteve com os 13%. Benedita da Silva (PT) teve perda de dois pontos.

Confira o resultado das pesquisas:

  • Eduardo Paes (DEM): 31%
  • Crivella (Republicanos): 15%
  • Martha Rocha (PDT): 13%
  • Benedita da Silva (PT): 8%
  • Luiz Lima (PSL): 5%
  • Renata Souza (PSOL): 3%
  • Bandeira de Mello (Rede): 3%
  • Paulo Messina (MDB): 1%
  • Clarissa Garotinho (Pros): 1%
  • Cyro Garcia (PSTU): 1%
  • Fred Luz (Novo): 1%

Glória Heloiza (PSC) e Suêd Haidar (PMB) somaram menos de 1%. Henrique Simonard (PCO) não foi citado.

Votos em branco/nulo registraram 16% e indecisos, 2%

Rejeição

Além da intenção de voto, o instituto perguntou aos eleitores quem eles não votariam de jeito nenhum. Os líderes da pesquisa também lideram nesse quesito:

  • Crivella - 57%
  • Eduardo Paes - 33%
  • Benedita da Silva - 30%
  • Clarissa Garotinho - 29%
  • Cyro Garcia - 13%
  • Martha Rocha - 11%
  • Luiz Lima - 11%

Os outros candidatos tiveram rejeição menor que 10 pontos percentuais.

2º TURNO

A pesquisa também fez simulações sobre um eventual segundo turno na cidade:

  • Eduardo Paes 53% x 25% Crivella 
  • Eduardo Paes 44% x 38% Martha Rocha 
  • Eduardo Paes 48% x 27% Benedita da Silva

Segundo o instituto, o candidato do Democratas se sairia vencedor em todos os cenários simulados.

A pesquisa foi feita entre os dias 3 e 4 de novembro na cidade do Rio de Janeiro, e 1064 eleitores foram ouvidos. A margem de erro é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos.

    Veja Também

      Mostrar mais