STJ
Agência Brasil
STJ.

Na tarde da última terça-feira (3), a rede de tecnologia do  Superior Tribunal de Justiça (STJ) foi alvo de um ataque hacker que causou instabilidade e resultou na suspensão de julgamentos. As informações foram dadas pelo UOL .

Em nota, o STJ anunciou que a Polícia Federal foi acionada para investigar o caso. Além disso, os usuários do sistema interno da corte foram orientados a não utilizar os computadores ligados à rede do tribunal até que a segurança seja restabelecida.

“Por precaução, os prazos processuais seguem suspensos até a próxima segunda-feira (9)”, comunicou o STJ. “Todas as sessões de julgamento, virtuais e/ou por videoconferência, estão suspensas ou canceladas até restabelecida a segurança do tráfego de dados nos nossos sistemas”.

Um dos julgamentos afetados envolve o caso do  ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva sobre o processo da Lava Jato quanto ao tríplex do Guarujá (SP).

A análise de um recurso da defesa de Lula estava marcada para ontem, mas, devido ao ataque cibernético, será adiada.

    Veja Também

      Mostrar mais