homem de terno e gravata
Divulgação Itamaraty
Nestor Forster foi aprovado pelo Senado

O Senado aprovou nesta terça-feira (22) o nome de Nestor Forster para a embaixada do Brasil nos Estados Unidos , durante sessão semipresencial.

A aprovação foi feita na primeira sessão em plenário desde o início da pandemia do novo coronavírus (Sars-CoV-2). Foster havia sido sabatinado na Comissão de Relações Exteriores (CRE) da Casa em fevereiro, mas a pandemia atrasou a votação de seu nome.

A vaga de embaixador do Brasil nos Estados Unidos estava em aberto desde o ano passado. Inicialmente, o presidente Jair Bolsonaro queria indicar seu filho, o deputado Eduardo Bolsonaro, para o cargo, mas a indicação sofreu forte resistência no Congresso. Com a desistência de Eduardo, o mandatário brasileiro indicou o nome de Forster.

Nestor José Forster Junior é gaúcho de Porto Alegre, tem 56 anos e ingressou na carreira diplomática em 1986. Ele já foi chefe do Setor de Política Comercial da Embaixada nos Estados Unidos (1992-1995); chefe do Setor Econômico na representação brasileira no Canadá (1995-1998); e chefe do Setor Financeiro em Washington (2003-2006). Mais recentemente, Forster passou a ser o encarregado de Negócios da mesma embaixada.

Votação

A escolha de embaixadores precisa ocorrer presencialmente, com voto secreto e verificação de biometria. Isso provocou, inclusive, um acúmulo de indicações pendentes de aprovação do Senado.

A CRE sabatinou e aprovou vários nomes na segunda-feira (21) e essas indicações também seguiram para o plenário.


    Veja Também

      Mostrar mais