a
Kyle Grillot/EPA
Bombeiros trabalham para impedir que o fogo chegue à Angeles Crest Highway ao norte de Azusa, Califórnia


incêndio que está devastando tudo por onde passa, desde as montanhas até o deserto a nordeste de Los Angeles, ameaça mais de mil casas e quatro mil residentes , enquanto equipes do Corpo de Bombeiros continuam a lutar contra as chamas.


O f ogo avança a 2 ou 3km/h e continua a ameaçar a cidade do deserto de Mojave de Pearblossom, depois de queimar a área do Vale do Antelope, do outro lado das montanhas San Gabriel de Los Angeles.

"Temos um incêndio maior do que a cidade de Denver - e isso tudo em duas semanas", disse Sky Cornell, bombeiro do condado de Los Angeles. Mais de 59 mil quilômetros quadrados foram carbonizados , uma área maior do que o estado de Connecticut, e pelo menos 23 mil pessoas permanecem evacuadas em todo o estado, segundo Gavin Newsom, governador da Califórnia.

As primeiras estimativas são de que 6.400 prédios foram destruídos em todo o estado, mas Newsom disse que "nem por um momento achamos que isso conta toda a história". Avaliações de danos estão em andamento.

Numerosos estudos nos últimos anos relacionaram incêndios florestais maiores nos Estados Unidos ao aquecimento global devido à queima de carvão, petróleo e gás, especialmente porque a crise climática tornou a Califórnia muito mais seca e inflamável .

Quase 19 mil bombeiros estão lutando atualmente contra 27 incêndios. Pelo menos 7.900 deles eclodiram no estado este ano, muitos durante uma seca em meados de agosto, que inflamou a vegetação ressequida. Vinte e seis pessoas já  morreram

    Veja Também

      Mostrar mais