Eduardo e Michelle Bolsonaro
Reprodução / Instagram / Marcelo Camargo / Agência Brasil
Eduardo D'Castro expôs conversas de Michelle Bolsonaro com ele após a morte da avó dos dois

O primo de Michelle Bolsonaro, Eduardo D'Castro , se desculpou publicamente após criticar a primeira-dama por não ter dado assistência a avó deles, que morreu vítima da Covid-19 .

O influenciador disse que sempre manteve uma boa relação com Michelle Bolsonaro e afirmou em entrevista a Leo Dias que passaram o último natal juntos, no Palácio do Planalto. Eduardo disse que a família não havia compreendido bem o motivo do convite, mas por curiosidade resolveram aceitar, devido ao carinho da mãe dele por ela.

"Me senti um pouco desconfortável, porque a gente vê o Palácio por dentro, todo mundo descontraído, mas ao mesmo tempo sério. No entanto, foi tranquilo. Não tive problemas em relação a ela ser primeira-dama ou por causa do presidente ou algo mais", esclareceu Eduardo D'Castro .

D'Castro explicou ainda que desde então, Michelle e ele não entraram mais em contato. O influencer teria divulgado mensagens trocadas entre os dois após a morte da avó, Maria Aparecida.

"Quando recebemos a notícia de que ela estava internada, foi realmente um baque. Éramos proibidos de fazer visitas, pois é o protocolo devido à transmissão do vírus. Meu pai sofreu muito por não poder ver a mãe".

Eduardo disse que não sente rancor de Michelle , mas reforçou que a prima poderia ter prestado mais assistência à avó. "Ela poderia ter dado muito suporte à minha avó, assim como para todos os brasileiros". Ao mesmo tempo, D'Castro pediu perdão pela postura diante da situação.

"Está todo mundo chateado. Sim, eu peço desculpas por ter postado isso, por isso ter vazado. Perdão. Não sei se você [ Michelle ] vai aceitar, mas a gente aprendeu desde pequeno a pedir perdão e a perdoar as pessoas".

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários